Personal image
RUTE MARQUES

Sou antropóloga social desde 2013, licenciada pelo ISCTE- IUL, onde depressa comecei a desenvolver o gosto pela arte, processos artísticos, estratégias de dinamização cultural e todas as artes em declínio.

Em 2015 formei-me no mestrado Antopologia- Multiculturalismo e Globalização,  com a tese intitulada Com que letras te escreves. A vida profissional de um casal das artes gráficas: narrativa biográfica de Maria Laura Martins Lemos Araújo e Florêncio Cardoso de Araújo, onde disserto sobre a arte negra em Portugal; plano duas biografias, e apresento um novo modelo de museu industrial ainda em desenvolvimento em Portugal.

Na área de antropologia social, trabalhei no Museu Nacional de Arte Contemporânea e coordenei uma equipa de produção de um festival de arte contemporânea nacional e internacional, de seu nome Vera Festival.

Após este pequeno, mas muito rico percurso, decidi dar os primeiros passos em marketing digital e decidi trabalhar com uma agência como administrativa e office manager. O meu objectivo na agência era perceber quais as mais-valias que a formação de antropologia poderia trazer ao trabalhar em marketing. E são muitas, tantas que creio que seria útil a utilização de muitas mais ciências sociais.

Neste momento encontro-me a frequentar o curso Digital Marketing e Strategy e tenciono encontrar um bom desafio que me permita desenvolver todos os conhecimentos até então adquiridos nas duas áreas de formação.